Número total de visualizações de página

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Limitar a idade da condução


A GNR concorda que se deve pensar numa idade a partir da qual os idosos devem deixar de pegar no volante.




São as estatísticas que mostram que quase três em cada dez pessoas que morreram em acidentes de viação entre 2010 e 2012 tinham mais de 65 anos, que levam a GNR a falar na necessidade de se pensar numa idade limite para a condução. 

Tema debatido no congresso promovido pela Liberty Seguros, a 21 de Maio, em parceria como Instituto de Medicina Legal e Ciências Forenses e a Associação Portuguesa de Avaliação do Dano Corporal (APADC), e que mereceu também um reparo do ministro da Administração Interna, que considera estes dados «importantes».

À agência Lusa, o Coronel Barão Mendes, chefe da Divisão de Trânsito e Segurança Rodoviária do Comando Geral da GNR, apelou «às pessoas para que tomem consciência de que já não têm a capacidade necessária para o exercício da condução, sobretudo num ambiente rodoviário que vai sendo cada vez mais complexo». 

Miguel Macedo concorda que se perdem «algumas capacidades» com a idade, reconhecendo ser necessário «destacar uma importância grande para este setor».
Por isso, anunciou «algumas ações» de sensibilização com a sociedade civil, importantes tendo em conta  que «este setor etário está a avançar tremendamente em Portugal», explica Duarte Nuno Vieira, presidente APADC.

Artigo retirado do Jornal Destak, de 22 de Maio de 2014

Sem comentários:

Enviar um comentário